terça-feira, 8 de março de 2011

HOMENAGEM AI ao DIA DAS MULHERES

                               ÓLEO SOBRE TELA Di Cavalcante :MULHERES PROTESTANDO

O dia 08 de março de 1857 é um marco para o reconhecimento do Dia Internacional da Mulher. Foi nesta data, em Nova York, que ocorreu a primeira greve liderada somente por mulheres. Elas eram operárias de uma fábrica de tecidos e reivindicavam condições melhores de trabalho, como redução na jornada de trabalho para 10 horas, melhores salários e tratamento digno.

Na época, o resultado dessa grande revolta foi a morte de 129 moças, carbonizadas dentro da fábrica, como forma de repressão. Porém, se pensarmos num contexto geral, foi neste dia que as mulheres começaram a luta pelo seu reconhecimento e sua independência.

Para comprovar este fato, podemos citar, por exemplo, uma das maiores vitórias femininas dentre seus objetivos e desejos: o direito ao voto. Foi na Suécia que elas puderam votar pela primeira vez, durante as eleições municipais de 1862.

No Brasil, este direito veio somente em 1932. Além de poderem votar, elas podiam também se candidatar aos cargos nos poderes executivo e legislativo.

Durante uma conferência na Dinamarca no ano de 1910, ficou decidido que o dia 08 de março passaria a ser o Dia Internacional da Mulher, em homenagem as 129 moças mortas na fábrica, em 1857. Esta data porém, só foi oficializada pela ONU em 1975, através de um decreto.

O objetivo de oficializar esta data não é somente a homenagem e a comemoração. Todo ano ocorrem diversas reuniões e debates onde são discutidos os papéis das mulheres na sociedade. Maneiras de acabar com o preconceito, a violência, o desprestígio e a desvalorização, também são pautas desses encontros realizados em diversos países pelo mundo inteiro.

PARABÉNS PELO QUE REPRESENTAM E PELAS CONQUISTAS OBTIDAS AO LONGO DO TEMPO QUE REVELAM SUA DESTREZA E INDISCUTIVEL CAPACIDADE !!!AFINAL O QUE SERIA DE NÓS HOMENS SEM VOCÊS?( PARA DINAMIZAREM O MUNDO COM SEU TOQUE ESPECIAL)

Um comentário:

Jujuba Almeidaa (: disse...

rs, muito obrigada, prof!
E desculpa por agradecer tão tarde, rs
Beijos, Ju